quinta-feira, 23 de julho de 2009

(2) LEGALIZAÇÃO DO ABORTO PARA SANAR UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA


A mesma pessoa que defende a legalização do aborto, em geral é (i) aquele que estimula a liberdade sexual, (ii) é aquele envolvido numa gravidez indesejada (errou e quer corrigir o erro de uma forma equivocada) ou (iii) aquele que não consegue aplicar uma política de saúde pública (política de orientação, no mínimo) suficiente para reduzir essas situações de gravidez indesejada, como o Estado, por exemplo – quando o foco do tema deveria ser a vida e sua natureza logicamente absoluta (afinal, nenhum argumento existe fora da vida, em especial o aborto).



2 comentários:

D disse...

Ro, o que você pensa sobre o controle de natalidade?

Bandeirantes e Pioneiros disse...

Ih, não tenho condições de falar sobre esse tema.